segunda-feira, 4 de julho de 2016

à Caio Nasser

Sinto-me ainda entre ontem, e o dia de hoje, porque é manhã, e a noite foi a mais longa do ano.” Falar por pontos e colorações, eu-saturação (mas eu falo de cor, croma). É o momento da promessa, se tratando de falar: lacuna. Garanto, quer dizer, prometo, ser direto, apesar de que nesse entre as coisas se perdem. Eu tinha sob os olhos um outro pensamento sob a coragem a roupagem de, as meias coloridas. Quero falar agora das férias, da falta de delicadeza, da comida que deixo cair no fogão e da série de modos, da peculiar, do tom que tem sua voz, da história contada como comentada e ainda por cima comentada por cima do comentário. De como estou perdido só que num lugar em que me encontro. Nunca falei directamente sobre a nova casa em que vivo e como a habitação transcende o lugar. Ela vaza. Nunca falei diretamente. Não aprendi articular, não sei soltar a língua muito menos a voz, o que sai é expiro fragmentado do que entra Tenho necessidade de parar, e de falar dele a quem seja outro.” Também estou agradecido, e cheio de vontades interditas, numa borbulhante, e certeza, e vergonha, de que a fome não é necessariamente comida no prato, porém se lá vê, o prato, a comida e o gesto desdobrado, gentil, rico e delicado, a calma e a excitação; vejo e reconsidero tudo em fotografia: grãos de prata, emulsão, contraste das reações luz/sombra, assim tão perceptivo, tão necessitado de se olhar corpo ou causa, mostra o Amante na luz crua do amado”.  As férias que se vão não são férias que se entram, entre nós. De onde vem sua falta de enfado? Do contrário, vaza graça. Já me ______________________ compõe, eAo ver o encontro do só como só, não sabia em que lugar pôr-me”. Não escrevo pelo começo, nem pelo meio nem desfecho, não pelo amor ou ao lado de tudo isto, mas roçando-o, continuamos a escrever, a exprimirmo-nos, só desejando fazer cintilar as nossas percepções e descobrir para que alvo ela nos lançam.”  

Citações do livro Finita Diário II, de Maria Gabriela Llansol.

Nenhum comentário:

Postar um comentário